Importante: a organização dos remédios

A professora responsável por receber as crianças quando chegam à escola é também a professora que vai medicá-las no horário solicitado e preencher esse tópico na agenda eletrônica. Ao entregar a criança para a professora, os pais devem também entregar o remédio que está em uso. Não deixem nas mochilas, pois elas ficam ao alcance das crianças.

As recomendações de medicamentos e as respectivas receitas médicas são cuidadosamente acompanhadas ao longo do dia. A professora responsável faz essa checagem e programa alarmes para todos os horários de remédio.

O medicamento já deve vir para a escola identificado com o nome da criança. Ele será armazenado na caixa transparente que fica na sala dos professores, longe dos alunos. Ao vir buscar seu filho, os pais podem pegar o remédio diretamente nessa caixa ou solicitar à professora. Utilizamos tags, que são penduradas nos ganchos dos alunos medicados, para lembrar os pais de pegarem os remédios.

É essencial que a escola esteja informada (via agenda eletrônica e via receita médica) sobre medicamentos de uso contínuo, assim como aqueles indicados ou contraindicados em casos de emergência (como febre ou alergia). Nesses casos, a escola sempre faz contato com os pais, mas quanto mais informação melhor!

MUITO IMPORTANTE: É recomendação das autoridades competentes que a escola só administre remédios enviados junto com à respectiva receita médica. Por isso, a Interpares solicita aos pais que não deixem de mandar a receita junto com o remédio. Sem isso, a escola não pode dar o medicamento à criança.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *